ESTAR EXTERNO

Marcos Castilha + Caterina Poli (Catê)

A ideia é que a pessoa na hora que chegasse na ilha, seja o visitante ou o proprietário, tivesse um jardim de boas vindas para chegar até a casa, ladeado por palmeiras, bromélias e plantas de restinga, nativas. Aí, o visitante ou a pessoa que estivesse caminhando chegasse até a casa onde ele tem uma piscina fundo infinito que também figura como um espelho d’água.

Na piscina se tem vista para o mar, sem muita interferência na frente, exceto por algumas palmeiras e por uma vegetação de folhagens super tropicais e conforme você anda pela casa, você anda até uma área em que encontra um fogo de chão que pode ser usava à noite e uma pérgola que pode ser usada para festa, para jantar, para uma recepção, para um relax.

Mais para trás tem o limite do jardim com plantas e folhagens super tropicais com heliconias, alpinias, costela de adão, entre outras plantas. A Ideia é que o jardim tivesse também uma boa área gramada e indo mais para o final do terreno tenho uma horta que também pode ser iluminada e produz para o consumo dos moradores da casa.

O jardim privilegia o efeito da luz e para isso conta com a discrição das luminárias. Muito mais charmoso do que ficar enxergando aquele monte de luminárias ou mesmo aqueles postes de antigamente que já não se usa mais. Colocamos plantas altas para que dessem um pouco de sombra, criando ambiente através da vegetação de maior porte, mas que também à noite, já que a iluminação do jardim é toda feita de reflexão, a planta grande ajuda muito a valorizar a iluminação do jardim á noite e a gente curte mais o espaço.

Ficha Técnica

Paisagismo:

Caterina Poli(Catê) Paisagismo

São Paulo, SP, Brazil
11 3774-5944
paisagismo@catepoli.com.br
@cate_poli_paisagismo

Luminotécnico:

Marcos Castilha, Castilha Iluminação

São Paulo, SP, Brazil
11 3877-0343
contato@castilhailuminacao.com.br
@macasti